Guilherme Collado Garofalo

Information


Design/Art Direction

Photography

Cinematography

FREIHEIT S/S 2020 – Flagwear Collection
Fashion Show 01


SPFW - São Paulo Fashion Week 2020


Credits


Creative Direction
Marcio Mota

Art Direction, Design
Guilherme Garofalo, Heitor Góes, Juliana Coelho, Thayná Britto

Styling
Alexandre Herchcovitch, Luan Ventilari

Beauty, Hair
Celso Kamura, Bruna Hakstol

Models
Alexey Jordan, Enrico Ennes, Felipe Gracez, Jottapê, Natan Costola, Raul Borges, Savannah Emy e Vitor Drummond – MEGA Models

Original Soundtrack
Max Blum

Pit Photography
Zé Takahashi

Still Photography
Rapha Dutra, Guilherme Garofalo

Production Company
Oitavo Estúdio

2nd Unit
FRHT Studio

PR & Press
Eduardo Dugois, Sylvain Justum

About



Com o workwear global servindo de base para as suas criações, o estilista e diretor criativo Marcio Mota desenvolve roupas nada convencionais feitas a partir de uma original modelagem “quadrada”, cheia de recortes e engenhosos encaixes. Marcio pensa no corpo masculino na hora de criar, mas a estrutura que usa como ponto de partida para as peças abraça todos os gêneros. Uma alfaiataria de perfume street, com acabamento elegante e muita personalidade.

A Freiheit estreia no São Paulo Fashion Week e celebra os 25 anos do evento em sintonia com os novos tempos. Liberdade criativa, comunicação multiplataforma, excelência nos processos e cuidado com os materiais. Entre hoodies feitos com lã fria da Alfaiataria Paramount em pied de poule e parcas de náilon, brilham na coleção os tricôs de ponto largo desenvolvidos manualmente pelo Instituto Ecotece, organização do terceiro setor que promove a cultura de sustentabilidade na moda e um vestir mais consciente.

“Cada peça leva vinte dias para ficar pronto, é um produto muito especial, e um processo meticuloso”, diz Marcio. Os grafismos nas peças remetem a bandeiras de sarja da coleção Freiheit e simbolizam liberdade. “É o que eu chamo de flagwear; são bandeiras de vestir, com uma mensagem ativista de valorização do indivíduo.”

Na cartela de cores seguem firmes os tons de uniformes de fábrica como o azul e o laranja, mas aparecem também o amarelo industrial, o marrom telha e um roxo mais aceso.

Adepto do slow fashion, Marcio desenvolveu 26 referências no total para a nova coleção, mas as peças da anterior continuam, formando assim um mix que compõe uma grande linha anual para ser usada independente de estações.

O propósito atemporal da Freiheit e a maneira engajada de enxergar a roupa são elementos que fazem a força da nova geração de estilistas nacionais.

“O ponto de partida deles é diferente. Mais do que vender roupa, eles querem fazer sentido”, analisa Paulo Borges, idealizador e diretor criativo do São Paulo Fashion Week.

A sensibilidade de Marcio Mota, aliada à qualidade das peças e a um olhar estético refinado deixam prever um futuro com muita relevância para a grife. O estilista convidou Alexandre Herchcovitch para assinar o styling do desfile virtual que marca uma nova fase na trajetória da Freiheit.